NAVEGANDO NA ESTRANHEZA DOS DIAS

casotas e quintais para convívio


ainda e sempre em construção……………….

Revista INÚTIL
Escrita Criativa
da Claúdia e do Luis
ARS Poetica 2U
Porosidade Etérea
Eu, ela e a escrita
Poesia&Limitada
Livros (s)em Critério
Luso-Poemas
Senhor Palomar
Sagração do dia I
Sagração do Dia
Chuviscos
um beijo ______de toda a terra
Piano
Poesia de Vieira Calado
Gustavo Nascimento
A Poesia do Zezinho
A Tradução da Memória
Ilha dos Mutuns
Incomunidades 
Lugarejo de Palavras (cris)
Kontrastes
Nimbypolis            
Minha Página(marta)
Ecos do Tempo
As Romãs da Paula
Agrestino
Beja
coração entre palavras – da Tecas
JAB
Fantasias
do inatingível e outros cosmos
maria mamede
Movimentum
Porta do Vento
O Caderno de Saramago
Sete Mares
Universo das Artes (Dolores)
Transatlântico
Uma folha em branco
Vida de Vidro
Varanda das Estrelícias
os livros que ninguém queria ler
Casa de Paragens
paradoxos
O melhor da Vida
metaphoricamente
casa da Mikas
citadel
artmus
repensando
Tudo no nada
Quarteto de Alexandria
daquem e dalém mar
 da Fa menor
eu estou aki
Escrever um Livro
da Dair
Os meus encantos/Cris
Claras Manhãs
Ticho
atelier da Benó
auréola branca
Amita
filhot’Ana
Desenhamento
As Páginas da Júlia 
Sombras de Mim
poliedro
por ti…com s meus olhos
amoralva
poesia de vieira calado
peciscas
A páginas tantas

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: